Você está aqui: Entrada História Memória de Timóteo Casa de Memória
Acções do Documento

Casa de Memória

"A história de nosso povo é a memória de todos nós"



A Instituição

A Casa de Memória e Pesquisa foi criada como culminância de um processo de valorização cultural no município de Timóteo. Ela é um centro cultural da cidade e em suas instalações estão guardadas as memórias dos vereadores, prefeitos e pioneiros. É a partir de 29 de abril responsável pelos trabalhos de pesquisas históricas do município, inventários do acervo cultural, pesquisa e analise arquitetônica de bens moveis e imóveis, elaboração de dossiês de tombamento e educação patrimonial, realizada em colaboração com a comunidade

Tem por objetivos: preservar a memória da evolução política, histórica e cultural do povo de Timóteo; resgatar a historia e a cultura municipal, por intermédio de peças, documentos, fotografias, obras de arte, coleções cientificas, objetos antigos, e outras formas que caracterizam a expressão cultural mineira; reconhecer a legitimidade do patrimônio cultural de todos os grupos sociais utilizando-os como instrumentos de educação e desenvolvimento; propiciar à população a oportunidade de conhecer e divulgar a historia do município por meio de atividades interativas de pesquisas e coleta de acervo dentro e fora do âmbito da Casa de Memória e Pesquisa; propor ações que visem a utilização da memória coletiva como referencial básico para o entendimento e transformação da realidade; e incentivar a criação de um acervo histórico-cultural destinado a formar as futuras gerações de timótenses.

Todas as atividades e eventos realizados na casa de Memória e Pesquisa são programados e têm por finalidade orientar estudantes e pesquisadores sobre a historia antiga e atual de Timóteo oferecendo subsídios metodológico para a elaboração de trabalhos, como disponibilizarão do acervo bibliográfico e documental aos interessados. A Casa de Memória e Pesquisa desenvolve, entre outras atividades visitas guiadas a estudantes, grupos de terceira idade e instituições industriais e comerciais, exposições itinerantes de fotografias; e fornece ainda informações turísticas e culturais de Timóteo.



O prédio

Localizado na década de 50 na antiga rua dos Malaquias, ex rua Nova, hoje rua Mateus Araújo construído na década de 1900 o terreno pertencia a Manoel Lino de Sá, proprietário de muitas terras do lugar, sendo adquirido por Jorge Dias Duarte juntamente com Manoel Mariano de Abreu construíram a Casa. Anos depois foi vendida a João de Araújo que trocou a Casa, por um terreno em Jaguaraçú, com Mateus de Araújo Silva, onde passou a ser sua moradia a partir de 1923. Outros foram proprietários do prédio como Maria Felicidade Felix e Otilha Felix da Silva, Antonio Fortunato de Freitas e Corina Carneiro de Freitas (procuração representados por Luciano José da Silveira) e Geraldo José da Costa. A Casa era toda em construção de madeira, coberta de telhas cumbucas, com 8 cômodos, situada na rua dos Malaquias, localizada no lote nº1, quarteirão de número 32, medindo
17,50m de frente e fundo.

Em recente projeto de Roberto Paiva apoiado pelos vereadores da Câmara Municipal o prédio foi adquirido para se transformar em casa de memória e pesquisa. Por se tratar de uma instituição nova, com um acervo que esta sendo formado a partir da percepção comunitária da importância de preservar a história da cidade e seus personagens através da doação de peças esquecidas e guardadas, varias campanhas têm sido movidas, visando despertar a atenção e o respeito da comunidade em relação ao seu passado e também com objetivo de destacar a Casa de Memória e Pesquisa no roteiro museológico de Minas Gerais.

« Julho 2015 »
Do 2ª 3ª 4ª 5ª 6ª Sá
1 234
567 891011
1213141516 1718
192021 22232425
262728293031
Vereadores
Leis
Transparência
Twitter
Facebook